energia elétrica

RGE identifica mais de 2,2 mil 'gatos' na Região Central

Santa Maria lideram o ranking com maior número de ligações clandestinas

18.428

Foto: Fabricio Minussi (Bei)

Mais de 2,2 mil ligações clandestinas de energia elétrica foram flagradas pela fiscalização da RGE - Concessionária de Energia Elétrica, em 2020, na Região Central do Estado. O balanço foi divulgado na manhã desta sexta-feira. Com isso, a empresa afirma ter recuperado 29 GWh de energia, volume suficiente para abastecer 193,3 mil residências durante um mês.

Rua do Bairro Camobi vai ficar bloqueada por 30 dias para obras

Santa Maria lidera o ranking de 'gatos' no período, com 974 casos identificados. Em seguida, aparecem as cidades de Cachoeira do Sul (447), Santiago (138), São Pedro do Sul (107) e São Francisco de Assis (78). A recuperação de energia também representa retorno aos cofres públicos em forma de impostos (ICMS e PIS/Cofins) que não foram pagos e são revertidos para benefício da população.

Com queda nas doações, Hemocentro precisa de sangue

Entre os municípios com maior recuperação de energia na região, Santa Maria registrou 12,7 mil MWh, ficando em primeiro lugar. Cachoeira do Sul ocupa a segunda posição com 5,8 mil MWh. Santiago é o terceiro da lista com 1,8 mil MWh, enquanto São Pedro do Sul, com 1,4 mil MWh, seguido por São Francisco de Assis, com 1 mil MWh, fecham o ranking.

Empresa de estacionamento rotativo terá novo aplicativo em Santa Maria

"É importante esclarecer que furto de energia é crime, pode trazer riscos à segurança das pessoas e prejudica diretamente a população com instabilidade no fornecimento a energia e perda de arrecadação de impostos, importantes para manter serviços públicos no município. Por isso, a CPFL mantém um canal de denúncia fácil e anônimo para quem quiser informar possíveis casos de fraudes", ressalta Rafael Lazzaretti, diretor comercial do grupo.

DENÚNCIAS

Clientes da RGE podem contribuir de forma sigilosa, para o combate às irregularidades por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. Denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo "CPFL Energia", disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis ou acessando aqui .

Internet

wpp.png