preocupação

Defesa Civil atende ocorrências dos estragos causados pela chuva em Santa Maria

Entre esta sexta e sábado, mais de 50 metros de lona foram distribuídos para oito famílias. Doações de roupas e materiais ainda são necessárias

18.379
Foto: Foto: Jaiana Garcia (Diário)


Foto: Defesa Civil (Divulgação)
Famílias que tiveram estragos em residências por conta da chuvarada receberam auxílio no início deste final de semana

Desde a última quarta-feira, a Defesa Civil auxilia no resgate, orientação e vistoria dos locais mais afetados pela chuva em Santa Maria. Até o início da tarde deste sábado, foram cerca de 60 ocorrências registradas, conforme o coordenador do órgão na cidade, Adão Lemos.

Após a chuvarada provocar estragos, como alagamentos e casas destelhadas, a Defesa Civil distribuiu materiais de apoio para moradores de bairros entre sexta-feira e sábado. Só nesse período, foram mais de 50 metros de lonas entregues para oito residências. Ainda assim, as equipes ainda precisam de mais doações de roupas, alimentos e materiais de construção para ajudar as famílias mais prejudicadas pelas chuvas.

Após furtar supermercado, jovem é detido no estacionamento do local no Bairro Patronato

Conforme Adão Lemos, o alto acumulado de chuva em poucos dias foi a principal causa para os alagamentos nos bairros.

-  Choveu um volume muito elevado em pouco tempo. Esse é o problema maior. O sistema de drenagem não aguenta. E a cada ano que se passa, aumentam a intensidade e a frequência desses eventos - avalia o coordenador.

Os trabalhos da Defesa Civil seguem na próxima semana. O foco agora deve ser controlar a situação em locais de risco, além de realizar vistorias, principalmente em zonas alagadas. Assim, o órgão pretende descobrir os motivos dos alagamentos e o que poder ser feito para evitar novos problemas nessas regiões. Depois, laudos são enviados para a prefeitura.

Pedidos ou solicitações de ajuda para a Defesa Civil Municipal podem ser feitos pelo WhatsApp (55) 99110-7940 ou (55) 99217-8122. Pedidos podem ser feitos por meio da Central de Monitoramento da Guarda Municipal, que recebe chamados da população, durante 24 horas, pelo telefone 153

Internet

wpp.png