região

VÍDEO: suspeito de assaltar joalheria é preso em Restinga Sêca

Brigada Militar e Polícia Civil ainda continuam às buscas para localizar os outros três suspeitos de terem participado da ação

18.429
Foto: Foto: Brigada Militar (divulgação)

Foto: Policia Civil (divulgação)

Foi preso, na manhã desta quarta-feira, um dos suspeitos de assaltar uma joalheria na tarde de terça, em Restinga Sêca. O homem de 34 anos foi localizado por volta das 8h15min, próximo a um matagal na RSC-287, no interior do município. Quatro criminosos estraram no estabelecimento comercial por volta das 15h40min. Após roubar alguns produtos, a quadrilha fugiu em um veículo. 

Na casa onde o suspeito foi localizado os policiais apreenderam uma balança de precisão, um moletom e drogas. O homem é natural de Restinga Sêca. 


O carro usado no crime, um Lifan branco, era clonado e foi encontrado abandonado. O carro foi apreendido e será periciado para ajudar nas investigações. 

As equipes da Brigada Militar (BM) e da Polícia Civil (PC) seguem às buscas pelos outros três suspeitos, entre eles uma mulher. Conforme a BM, as buscas estão sendo feitas nas proximidades de Vila Rosa e a Ponte do Rio Jacuí, entre os municípios de Restinga Sêca e Agudo. 

Ladrão é preso tentando arrombar cofre de farmácia em Santa Maria

O homem, preso nesta manhã, tem passagens pela polícia por furto em estabelecimento comercial, crimes de trânsito, estupro de vulnerável e ameaça. Ele foi levado à Delegacia de Polícia e será encaminhado ao Presídio Estadual de Agudo. 

Foto: Brigada Militar (divulgação)

De acordo com o comandante do 3° e 4° esquadrão da BM, capitão Alexandre Pires Lacerda, a integração entre as forças da segurança pública é muito importante para agir de forma rápida e poder dar uma resposta à comunidade.

- Essa ação é o resultado da atuação das equipes e dos setores de inteligências de ambas instituições. Nós estamos com um cerco montado e iremos localizar e prender os outros três suspeitos - conta o capitão.  

CÂMERAS DE SEGURANÇA
Imagens de câmeras de segurança registram o momento em que os três homens e uma mulher entram na joalheria. Enquanto um dos criminoso segura uma cliente, que estava na loja, com uma arma na cabeça, uma integrante da quadrilha amarra as mãos dos funcionários. Os suspeitos tinham mochilas para guardar os objetos roubados. Após a ação que durou cerca de seis minutos, a quadrilha vai embora do local.

MP denuncia 11 pessoas por fraude em licitações em Dona Francisca

O CRIME
Os quatro suspeitos teriam entrado na joalheria armados e anunciando o assalto. Um dos criminoso teria agredido o proprietário da loja com uma coronhada e socos, exigindo saber onde era guardado o cofre. Durante o assalto, os funcionários da joalheira tiveram as mãos amarradas com fita adesiva. Após não conseguirem levar o cofre do local, os assaltantes fugiram levando relógios e joias, que estavam expostos. 

Internet

wpp.png