investigação após choque

Polícia solicitou perícia em local que adolescente levou choque

Gabriel Forgiarini dos Santos já teve quatro paradas cardíacas e segue internado na UTI do Hospital Universitário de Santa Maria

18.427
Foto: Foto: Maurício Barbosa

Foto: Maurício Barbosa

Matéria atualizada às 21h 38min de 15 de outubro de 2021

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) da Polícia Civil de Santa Maria instaurou um inquérito para apurar a origem do choque que deixou o adolescente Gabriel Forgiarini dos Santos, 14 anos, em estado grave e internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm). Uma perícia de uma equipe especializada do Instituto-Geral de Perícias (IGP) de Porto Alegre e pelo menos duas vistorias de técnicos da empresa de energia foram feitas no local. A polícia aguarda o resultado da perícia para começar a ouvir testemunhas e demais envolvidos. 

Conforme a delegada Luiza Sousa, titular da DPCA, algumas pessoas foram ouvidas informalmente, mas logo serão chamadas para prestar depoimento. A perícia foi realizada na quinta-feira e assim que o resultado for divulgado a polícia terá informações para dar seguimento nas investigações. 

- Estamos dando prioridade para essa investigação, mas esses casos são mais complicados. Precisamos entender o que aconteceu para conseguirmos fazer a investigação. Fizemos duas ou três vistorias com técnicos da RGE e uma perícia para apontar de onde veio a energia que causou o choque na vítima - explica a delegada. 

RESPONSABILIZAÇÃO

O engenheiro elétrico Rogerio Moreira Lima, Coordenador Nacional das Câmaras Especializadas de Engenharia Elétrica (CCEEE) do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), entrou em contato com a reportagem do Bei solicitou os links das reportagens feitas sobre o caso e mais informações. Ele relatou que uma investigação independente dos órgãos será aberta para apurar a responsabilidade técnica do local.  

Foto: Maurício Barbosa

ESTADO DE SAÚDE E CORRENTE DO BEM

Segundo o pai, Luiz Alberto Maciel dos Santos Filho, no final da tarde de quinta-feira, Gabriel foi levado para fazer uma tomografia pois os médicos queriam verificar a atividade cerebral. Ao retornar para UTI, Gabriel teve mais uma parada cardíaca, mas foi reanimado e recebeu cuidados. Ainda conforme o pai, da noite de quinta-feira até a tarde de sexta-feira, ele apresentou uma pequena melhora em seu estado de saúde mas o quadro segue grave. A mãe, Liliane Venturini Forgiarini não desgruda um minuto do lado do filho conta que ele teve quatro paradas. Em duas, ele.foi reanimado apenas com medicação, e em outras duas precisou de reanimação com massagem cardíaca e equipamentos. 

Na noite de quinta-feira, após Gabriel ter a segunda-parada cardíaca, familiares e amigos fizeram uma corrente de oração ao lado do Husm, junto ao prédio da UTI. Na sexta-feira, mesmo com chuva, a corrente de orações pela melhora da Gabriel acontece às 20h. 

- Vamos ter fé e acreditar até o final. Ele é muito forte e se Deus quiser vai sair dessa - desabafou o pai.    

Internet

wpp.png