investigação

Polícia identifica dois motoristas envolvidos em atropelamentos

Um dos acidentes aconteceu no sábado, no Bairro Patronato. O outro foi em 8 de outubro, no Bairro Nova Santa Marta

18.427


Foto: Marcelo Oliveira/ Especial
Um menino de seis anos foi atropelado no sábado, na Rua dos Miosótis, no Bairro Patronado por volta das 11h50min 

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil que também investiga crimes de trânsito, identificou dois motoristas que fugiram após se envolverem em acidentes de trânsito. Os dois atropelaram pedestres, e fugiram do local do acidente. Eles já prestaram depoimento à polícia e agora vão ser responsabilizados pelos crimes de trânsito. As vítimas, um menino de 6 anos, que está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Pediátrica do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm) e, segundo a mãe, o estado é regular, e uma adolescente, de 17 anos, estão se recuperando em casa ainda com sequelas do atropelamento.

Brigada Militar planeja abrir novo concurso com 4 mil vagas em 2022

O acidente mais recente aconteceu no sábado, na Rua dos Miosótis no Bairro Patronato. Eram por volta das 11h50min, quando o menino de 6 anos desceu de um carro de aplicativo com a mãe para ir na casa da avó.

- Ele desceu do carro de app (aplicativo), estava aguardando na frente do carro. Quando ele deu um passo pra frente e colocou o pé na pista, eu o chamei e do nada aquele carro apareceu e só deu o barulho e ele caiu jogado igual um saco no chão. Ele caiu desacordado com o rosto machucado entrei em choque. Estou em choque. Era um carro branco com uma escada de alumínio em cima. Parou na outra esquina, deu uma olhada e seguiu. Sem alma - desabafou a mãe. 

Já o segundo motorista a ser identificado, foi de um acidente que aconteceu por volta das 22h do dia 8 de outubro, na Rua irmão Jacinto na Nova Santa Marta. A adolescente de 17 anos caminhava com a irmã pela rua quando foi atropelada. Ela foi socorrida e encaminhada ao Husm em estado grave. Hoje, ela se recupera em casa e ainda tem sequelas do acidente. 

O motorista também foi identificado, prestou depoimento e agora será responsabilizado.

O delegado Gabriel Zanella, titular da DHPP, destacou o trabalho em equipe dos policiais para identificarem os motoristas e reprovou a conduta dos motoristas que fugiram após os acidentes. 

- As condutas são extremamente reprováveis, eles serão responsabilizados pelos crimes cometidos e destacamos a importância do Centro de Operações Integradas da Segurança Pública e das instituições da segurança pública para o esclarecimento dos fatos - explica Zanella.

Internet

wpp.png