aviação

Operação Voo Livre II: Polícia Federal realiza atividades no Aeroporto de Santa Maria

Operação, que durou cinco dias, foi realizada para treinar e avaliar agentes, e também fiscalizar passageiros

Taísa Medeiros
Foto: Foto: Prefeitura de Santa Maria (divulgação)

Foto: Prefeitura de Santa Maria (divulgação)

Aconteceu no Aeroporto Municipal de Santa Maria, ao longo da última semana, a Operação Voo Livre II, da Polícia Federal. Ao longo de cinco dias, 16 agentes do Aeroporto, foram treinados e avaliados durante a Operação, que é uma exigência da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) uma vez ao ano.

Arma de fogo é apreendida com suspeito de crime de lesão corporal

O encerramento ocorreu na última sexta-feira (8), com a entrega dos certificados. Foram realizadas atividades, como simulação de embarque com arma de fogo, facas e combustível e exercícios de invasão do espaço interno do Aeroporto Municipal. Os principais objetivos da ação foram treinar e avaliar os agentes e fiscalizar passageiros, bagagens e cargas transportadas. No período, nenhuma irregularidade foi constatada. 

Foto: Prefeitura de Santa Maria (divulgação)

Cerca de mil itens foram inspecionados, entre bagagens e mercadorias despachadas, envolvendo mais de 500 passageiros. A Guarda Municipal, a Receita Federal e a Base Aérea apoiaram a Operação Voo Livre II. Gerido pela Prefeitura de Santa Maria, o Aeroporto Municipal trabalha com voos para civis em Santa Maria desde 2015 e compartilha a pista com voos militares.

Internet

wpp.png