investigação

Mulher suspeita de provocar acidente em Lajeado sai do hospital e é presa

Carro, que a mulher estava com a filha de 2 anos, colidiu frontalmente contra uma carreta na tarde de 17 de maio na BR-386

18.429
Foto: Foto: reprodução

Foto: reprodução

A mulher de 34 anos suspeita de ter causado um acidente e tentar matar a filha, na BR-386, em Lajeado, em maio, foi presa preventivamente na tarde de quarta-feira. A mulher, que estava internada desde o dia da colisão no Hospital Universitário de Canoas, passou por uma cirurgia no último sábado. Após dar alta na quarta, ela foi levada direto para o sistema prisional da cidade. A informação é do G1.

A suspeita estava com a prisão decretada desde o dia 21 de maio, quando a Justiça aceitou o pedido. O inquérito policial deve ser concluído até o final deste mês. 

O CASO
O acidente aconteceu na tarde de 17 de maio no Bairro Olarias. O veículo conduzido pela suspeita, onde também estava a filha de 2 anos, colidiu frontalmente com um caminhão. Logo em seguida, uma Tucson também acabou se envolvendo no acidente. A criança, que estava na cadeirinha, sofreu apenas ferimentos leves. Já a mulher, que ficou presa às ferragens teve ferimentos graves e foi hospitalizada. Os dois motoristas envolvidos - do caminhão e da Tucson - não se feriram.

Homem é detido por agredir a companheira na Vila Oliveira

O pai da criança foi ouvido e relatou estar separado da mulher há cerca de um ano. Segundo o homem, ele já tem outro relacionamento e a ex-companheira não aceitava. 

VÍDEO NAS REDES SOCIAIS
Conforme a a delegada regional da 19ª Delegacia de Polícia Regional de Lajeado, Shana Luft Hartz, um vídeo que circulou nas redes sociais mostra uma mulher falando para uma menina, que está dentro do automóvel, que elas iriam se matar, e pede para que a menina se despeça do pai. De acordo com a delegada, a mulher e a menina que aparecem no vídeo são as mesmas pessoas envolvidas no acidente. "Existem dois vídeos. Aquele que está circulando nas redes, um que supostamente seria da condutora, andando pela rodovia e logo após as imagens do acidente. Tudo indica que o vídeo é autêntico, sim", destaca.

Internet

wpp.png