investigação

Câmeras registram ato de vandalismo na Catedral Metropolitana

Em menos de três dias, duas igrejas foram apedrejadas em Santa Maria. Os casos são investigados pela Polícia Civil

Foto: Foto: Reprodução

Foto: Reprodução
Homem arremessou pedras na Catedral Metropolitana na madrugada no último sábado

A reportagem do Bei teve acesso às imagens das câmeras de segurança que registraram novo ato de vandalismo contra uma igreja da cidade. Na madrugada do último sábado, a Catedral Metropolitana de Santa Maria, localizada na Avenida Rio Branco, foi apedrejada por um homem. Na quinta-feira, a Igreja das Dores também havia sido apedrejada durante a noite. Os ataques foram registrados na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) e são investigados pela 1º Delegacia de Polícia. Ainda não se sabe se há ligação entre os dois casos. 


Nas imagens de sábado é possível ver o suspeito chegando à Catedral com uma sacola na mão. Ao subir as escadas da igreja, ele vai até uma das portas, onde fica por alguns segundos atrás dos pilares. Logo depois, desce as escadas em direção ao Calçadão. Após passar por outra pessoa na calçada, ele volta até a frente da igreja e arremessa um objeto na porta. 

Em um intervalo de pouco menos de uma hora - entre 2h33min e 3h23min -, o homem vai até a calçada novamente e volta até a Catedral. Em um dos momentos, é possível ver o indivíduo pegando o objeto que já tinha arremessado e o arremessa novamente na porta do templo católico. 

Semana será de calor e de baixa umidade em Santa Maria

Após os atos de vandalismo, o homem ficou sentado próximo às escadarias da Catedral. 

Segundo o delegado regional em exercício, Marcelo Arigony, é preciso apurar se a intenção dos vândalos foi somente de provocar o dano, praticar furto ou até se existe algum indício de que os dois casos possam ter relação com crime de ódio ou intolerância religiosa.

Internet

wpp.png