comunidade

Bairro Don Antônio Reis, sofre com as condições das ruas

Obra inacabada da Corsan e falta de fiscalização da prefeitura são reclamações da comunidade


Fotos: Rafael Menezes
O aposentado Hamilton Nunes, morador da rua Rio Pardo mostrando o bueiro que está aberto colocando em risco pedestres e motoristas

Matéria Atualizada em 08/10/2021 às 15h00min

O Bairro Don Antônio Reis na região sul de Santa Maria enfrentam um problema nas ruas. Segundo o policial aposentado Hamilton Nunes da Cunha, 55 anos, uma obra da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), que começou a ser feita na rua Rio Pardo, está causando transtorno para motoristas e pedestres, além da poeira em dias secos e barro em dias de chuva, veículos que transitam pela via acabam atolando e ficando presos em uma obra não finalizada, pela companhia de água.

Projeto Gás na Cozinha ajuda familias carentes


Cratera se abriu na rede de esgoto em frente a uma empresa da rua

Buraco em calçada causa risco para professores, alunos e comunidade

O morador cobra mais atenção e fiscalização por parte da prefeitura e atenção ao bairro que está com várias ruas com buracos, além de bueiros abertos que colocam em risco quem por ali transita. O bairro possui várias empresas e a circulação de caminhões e ônibus é constante, inclusive no dia 27 de setembro, um caminhão acabou atolando e ficando preso por mais de 6 horas em um buraco que se abriu na rua, tendo que ser feito o transbordo da carga e a contratação de um guincho para retirar o veículo do local, por isso o pedido de que seja feita uma compactação, drenagem e calçamento das ruas. Outro pedido que seja dada a manutenção na praça do bairro e restauração da pracinha de brinquedos.  


Caminhão carregado de adubo acabou atolando ao passar pela Rua Rio Pardo no dia 27/10/2021

Nossa equipe entrou em contato com a prefeitura e a Corsan pedindo uma resposta para esse caso. Assim que a prefeitura retornar sobre o assunto, atualizaremos a matéria.

RESPOSTA DA CORSAN:

"Estamos realizando implantação de sistema de esgotamento sanitário no local. Existe frequente acompanhamento e monitoramento da condição das ruas pela Corsan. Os moradores que entram em contato são atendidos de forma específica e prioritária.

Obras deste porte em ruas da cidade causam impacto de mobilidade e para os moradores do local. Trabalhamos sempre para reduzir estes impactos. Mas sabemos que a poeira em dias secos e o barro em dias chuvosos ocorrem e desagradam. Mas este cenário é temporário. A obra continua em andamento. 

O benefício que o bairro terá com a obra de implantação de rede de esgoto é significativo e será permanente.

Faremos uma vistoria atualizada nos locais citados e retornaremos."

RESPOSTA DA PREFEITURA:

"A Prefeitura, por meio da Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Água e Esgoto, da Procuradoria Geral do Município (PGM), explica que tem conhecimento sobre os transtornos ao longo do bairro, uma vez que aquela região passa por obra de esgotamento sanitário, e fiscaliza os serviços. Porém, em alguns momentos, problemas acabam se tornando inevitáveis até a conclusão da obra."


Caso você queira que o Bei nos Bairros vá até a sua comunidade para ouvir suas reivindicações, entre em contato conosco pelo telefone (55) 9 9119 6163 ou pelo e-mail contato@bei.net.br

OUTROS CANAIS

Você também pode nos seguir pelas redes sociais: Facebook e Instagram.

O Bei é um site de livre acesso, e não precisa assinatura nem cadastro.

FALE COM A GENTE!

- WhatsApp - (55) 99119-6163

- E-mail - contato@bei.net.br

- Facebook - @bei.notícias

- Instagram - @bei.noticias 

Internet

wpp.png